Zinco em Pacientes Pediátricos com ß-Talassemia

Estudos Científicos
26/ago/2022

Auxilia no Controle da Homeostase da Glicose



Uso de Zinco na Homeostase da Glicose na ß-talassemia

Previne as Complicações Associados com a Diabetes

 

A ß-talassemia representa um grupo de alterações na hemoglobina herdados de maneira recessiva caracterizada pela síntese reduzida da cadeia ß-globina. Pacientes com essa condição apresenta anemia grave que precisa de transfusão de sangue regular. Devido à eritropoiese ineficaz e o excesso de ferro presentes no plasma, eles podem causar danos progressivos em alguns tecidos e órgãos. Há também um aumento da síntese de radicais hidroxilas que promovem aumento do estresse oxidativo.

 

Talassemina e Diabetes

A diabetes é um problema metabólico importante encontrado em pacientes com talassemia. A severidade e o tipo de alterações no metabolismo da glicose apresentam grande variação. A diabetes é caracterizada por níveis elevados de glicose devido ou aos baixos níveis de insulina ou redução da sensibilidade a este hormônio. Alterações nas funções das células ß e a resistência à insulina podem ser fatores que acarretam anormalidades no metabolismo da glicose em indivíduos com talassemia.

 

Talassemina e Níveis de Zinco

A hiperinsulinemia, secundária a resistência à insulina, com tolerância normal da glicose tem sido observada. Também tem sido reportado que o desenvolvimento anormal de tolerância à glicose em crianças e adolescentes com ß-talassemia está associada com alterações no equilíbrio antioxidante e aumento da resistência à insulina. Estima-se que entre 20% a 30% dos pacientes com ß-talassemia são deficientes de zinco. 


O zinco é um cofator indispensável para mais de 300 enzimas envolvidas com o metabolismo e desempenha um papel importante no sistema imune, na apoptose e no estresse oxidativo. O zinco auxilia na regulação do metabolismo da glicose e dos lipídios e também regula os processos de formação da insulina. Portanto, o zinco é um fator chave para a homeostase e o risco de desenvolvimento da diabetes tipo 2. Vários estudos clínicos estão avaliando os efeitos da suplementação de zinco em pacientes com ß-talassemia e deficiência de zinco. A finalidade é avaliar se a suplementação exógena de zinco pode regular a homeostase do zinco. 


Formulações para Pacientes com Doença de Alzheimer

A doença de Alzheimer (DA é caracterizada pelo acúmulo de placas amiloides e pelo dano cognitivo nos indivíduos acometidos. Dados recentes sugerem que o processo inflamatório apresenta importante papel no desenvolvimento e na progressão da DA. É uma doença cerebral progressiva e fatal, associada à redução da capacidade cognitiva e à perda de memória.

BAIXE agora o E-book gratuito!

Preencha o formulário abaixo para fazer download do material

Ao baixar este material você concorda com nossas Políticas de privacidade
A Consulfarma solicita sua coleta de dados para identificação do usuário com a finalidade de entrarmos em contato para fornecermos mais detalhes relacionados ao tema do material gratuito, com base-legal por legítimo interesse conforme a nova lei LGPD. Estes dados não serão utilizados para envio de SPAM.



Estudo Comprova

Suplementação de Zinco Auxilia no Controle Glicêmico em Pacientes Pediátricos com ß-talassemia

 

Esse estudo realizado por Matter et al. (2020) avaliou os efeitos da suplementação oral de zinco na homeostase da glicose em pacientes pediátricos com ß-talassemia e com diabetes mellitus associada. 


Resultados:

 

ü  Após 12 semanas, a suplementação de zinco resultou em uma diminuição significativa da lactato desidrogenase, ferritina sérica, FBG, frutosamina, HOMA-IR e UAE;

ü  Os níveis de peptídeos C em jejum foram mais elevados quando comparados com a linha base e como o placebo (p<0,05);

ü  Os níveis séricos de zinco foram negativamente relacionados com a FBG (p<0,001) e com os níveis de frutosamina (p<0,001);

ü  Os níveis de zinco foram correlacionados positivamente com os níveis de peptídeo C em jejum (p=0,002).

 

Conclusão:

A suplementação de zinco como adjunto às terapias usadas em pacientes com ß-talassemia reduziu os níveis de ferro, de glicose e aumentou a secreção de insulina. Houve controle da glicemia sem efeitos adversos. 


Referências:

MATTER, RM. et al. Zinc Supplementation Improves Glucose Homeostasis in Patients With ß-thalassemia Major Complicated With Diabetes Mellitus: A Randomized Controlled Trial. Nutrition. 2020 May;73:110702. doi: 10.1016/j.nut.2019.110702. Epub 2019 Dec 14.


Autor(a)

Equipe Técnica Consulfarma
Equipe Técnica Consulfarma
Conhecimento

Nossa equipe quer muito dividir conhecimento com você, por isso postaremos por aqui assuntos relevantes para compartilhar tudo aquilo que é relevante para o mercado magistral. Aproveite!

Consulfarma Ads
Copyright © 2022 - Todos os Direitos Reservados. Confira nossa política de privacidade